sexta-feira, novembro 19

Raios do Facebook

Que raios... tenho tantas saudades deste meu cantinho... mas desde que entrei para o FB parece que não tenho mais de uma frase para escrever... :P
blahrggh :P

segunda-feira, abril 26

Deus é brasileiro :D

No outro dia pensava que um dos meus lemas de vida, daquelas frases que me vêm à cabeça de vez em quando é: "o que é preciso é AMOR!"
Mas há quem consiga dizer isto de uma maneira muito mais poética, muito mais bonita, muito mais pensada :)
São estas as minhas palavras, que saíram da boca desse grande homem, Ney Matogrosso.

"-Tem fé? Em que acredita?
-Tenho fé, acredito num princípio amoroso que mantém as células coesas. Não acredito num Deus com um dedo apontado para mim, que vive dizendo que sou culpado e que devo ser castigado. Não caredito nisso, num Deus raivoso. Acredito num princípio criador, num pricípio gerador de tudo, do Universo, da vida. E aí, ele não precisa ter nome. Mas confio nele, fazendo parte de dele, sei que sou parte disso. Acredito que ele não é maléfico, jamais poderá ser maléfico esse princípio gerador que é amoroso."
Ney Matogrosso in JN, 26 de Abril de 2010

quarta-feira, janeiro 13

Levanta-te e anda

video

...e ela andou

(andou estúpida uns dias, mas depois recompôs-se hehehhehe)

quarta-feira, novembro 4

12 luas

E na 12ª lua fechou-se um ciclo.
Foi precisamente há 12 luas que nasceu
uma mãe
e uma filha.
Desde essa lua cheia a vida nunca mais foi a mesma.
Foi feliz, emocionada,
cansativa,
caótica, desesperante,
desarrumada,
incrível.
Saí de mim há 12 luas,
abri-me para a chegada da minha filha
e só agora voltei a mim.
Nem sei como,
mas sei que levei 12 luas.
Sei que chorei e que ri, que sorri e dormi,
e só quando consegui chorar de felicidade, serenidade e plenitude,
aí finalmente me encontrei.
"Vim há procura de mim,
Encontrei-me mesmo agora
E ainda,
Não fugi"
(o grande Zé Mário ajudou,
e o Sérgio mais uma vez com o seu
1º dia do resto da nossa vida também)

segunda-feira, outubro 12

Em Lisboa nem tudo foi mau

Estivemos em Lisboa, nem tudo foi bom... mais um daqueles ordálios que a vida me traz :P
Mas é das tais coisas...nem tudo foi mau :) Estivemos no CCB, vimos uma exposiçã, no pano, a família toda e a tia Bitiz ;)
Uma bela "premiere".

segunda-feira, setembro 21

Doula Micas

Passo a passo a Doula Micas lá vai chegando :)
Já cheguei ao site da Associação de Doulas de Portugal!!!!
hihihihihihihihih

quinta-feira, julho 23

isto é a FELICIDADE

Não sei quem escreveu, apareceu-me no mail, enviando por uma grande amiga, daquelas que sabe o que é a felicidade ;)
E fez-me feliz.
E com esta me vou de férias.
"A felicidade faz-se assim, cozinha-se nos intervalos das ausências, enquanto vamos largando o lastro de algumas pessoas e antecipando outras que chegam, adivinhando-as de expectativas intactas. É também olhar para quem fica e está dentro de nós, é cuidar e ser cuidado, tendo-se prazer na tarefa. A felicidade é um momento aqui e outro acolá, é um vazio preenchido, é a palavra certa sob a luz ideal, é a sensação triunfante de controlo sobre algo que nos andava a fugir. É o inesperado exercício da liberdade, e é o alívio de dizer a verdade, de amar apenas a quem o coração manda. E de ser correspondido na dança palaciana do amor, que implica uma coreografia minuciosa e acertada. A felicidade é a sincronia, o emparelhamento, a coincidência e a congeminação dos astros; é o triunfo do não quando a resposta não pode ser sim, é o alívio de estarmos no caminho certo e a certeza infantil do pote de ouro no fim do arco-íris, mesmo quando não vamos em cantigas e não acreditamos em contos de fadas. A felicidade é sabermo-nos libertar das felicidades antigas, velhas e gastas, e conseguirmos rasgar fotografias com leveza na alma, em especial as que nunca chegaram a ser tiradas."