terça-feira, julho 14

Bicho raro

Pensar de pernas para o ar
é uma bela maneira de pensar
Com toda a gente a pensar como toda a gente
ninguém pensava nada diferente.

Que bom que é pensar em outras coisas
olhar para as coisas noutra posição
As coisas sérias que cómicas que são
o céu para baixo, e para cima o chão.

lenga-lenga

Sou diferente, fui educada na diferença, compreendo-a, respeito-a, admiro-a.
Sinto que é na diferença que o mundo pula e avança. No conforto da manada podemos sentir-nos protegidos, mas estamos longe de atingir o nosso verdadeiro potencial.
Aprendo com todos e com tudo o que me rodeia, mas pensar, penso com a minha cabeça. E por muito difícil que seja ser olhada de lado, ouvir zun-zuns, e ver-me metida em situações estranhas...dificilmente deixarei de ser diferente aos olhos dos outros.

2 comentários:

Guida disse...

Olá!
Estava aqui a cuscar o teu blog quando esta lenga-lenga me fez lembrar de uma que tu dizias quando eras pequenina e que me ficou no ouvido, mas da qual só recordo pedaços: "tem corninhos como o boi(...) tu que és? és cacarol".
Devias ensiná-la à Ada. É tão gira!!
Estão todos bem? Espero que sim. Quando é que essa criança vem visitar a família alentejana? Estamos à espera.

Beijinhos e boas férias.

JFS disse...

Eu, que já vou para velho, acho que esta lenga-lenga deve ser uma filosofia de vida.
Ainda bem que é a tua.